3 X 1 foi o placar final

Palmeiras marca 3 em 8 minutos e bate o Mirassol

Verdão sai atrás, mas reage com gols de Gustavo Gómez, Raphael Veiga e Luiz Adriano, todos no segundo tempo

16/02/2020 por Redação

Resumão
Não foi do Palmeiras o primeiro gol de seu novo gramado sintético. Mas a inauguração do campo teve vitória alviverde. E de virada. Neste domingo, o Verdão bateu o Mirassol por 3 a 1 na arena pela sexta rodada do Campeonato Paulista. Todos os gols saíram no segundo tempo: Rafael Silva para os visitantes, Gustavo Gómez, Raphael Veiga e Luiz Adriano para os donos da casa. O jogo também marcou a estreia do lateral-esquerdo Matías Viña pelo Palmeiras.

Na tabela
A vitória manteve o Palmeiras na segunda colocação do Grupo B, com 13 pontos, dois atrás do Santo André e três à frente do Novorizontino. O Mirassol, com nove pontos, é o segundo colocado do Grupo C, com a mesma pontuação da Inter de Limeira (líder) e do São Paulo (terceiro colocado). Clique aqui e veja a tabela do Paulistão.

Próximos jogos
O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira, novamente na arena, contra o Guarani, às 21h30, abrindo a sétima rodada do Paulistão. O Mirassol joga um dia depois: às 19h15, visita o Novorizontino.

O gramado
O campo sintético passou sem problemas pelo primeiro jogo. Com algumas variações de cores visíveis e um ou outro escorregão dos jogadores, especialmente no começo da partida, o Palmeiras abriu uma nova era de sua arena. Mas o gol inaugural não foi palmeirense: quem primeiro marcou no novo piso foi Rafael Silva, atacante do Mirassol.

– É um tapete. A cada partida, vamos nos adaptando ao gramado sintético – disse Luiz Adriano, autor do terceiro gol do Palmeiras.

Primeiro tempo
O Palmeiras foi dominante no primeiro tempo. Teve a bola, dominou as ações, conseguiu o controle territorial – mas foi pouco incisivo. Não conseguiu criar chances em grande volume e, como consequência, não abriu o placar. Sem Dudu, suspenso, o time teve Gabriel Veron no ataque, mas o garoto não encontrou espaço para ser o diferencial que o titular costuma ser. O Mirassol, mais interessado em se defender, pouco agrediu o Palmeiras. As melhores chances foram do time da casa, especialmente em toque de calcanhar fraco de Luiz Adriano no começo do jogo e em cobrança de falta de Patrick de Paula.

Segundo tempo
O Palmeiras voltou com duas modificações no segundo tempo. Gabriel Menino entrou na direita no lugar de Mayke, e Raphael Veiga apareceu na vaga de Lucas Lima. As trocas deram um pouco mais de agressividade ao time, que ameaçou em chute de Zé Rafael aos dois minutos e em cabeceio de Felipe Melo aos dez. Mas aí, aos 14, o Mirassol surpreendeu. Maranhão recebeu, superou Gustavo Gómez e deixou Rafael Silva em condições de abrir o placar: 1 a 0 para os visitantes. A reação, porém, foi rápida: o próprio Gómez, aos 23, de cabeça, aproveitou cruzamento de Gabriel Menino e empatou a partida. O gol acendeu o Verdão, que incrementou a pressão e chegou à virada com Raphael Veiga desviando cruzamento de Bruno Henrique – que havia entrado no lugar de Zé Rafael. A virada trouxe a reboque o terceiro gol: Luiz Adriano, após boa jogada de Gabriel Veron, fechou o placar na arena.

Visita ilustre
O atacante Hulk, torcedor declarado do Palmeiras, foi ao estádio e assistiu à partida nos camarotes, ao lado de jogadores como o atacante Dudu (suspenso, não atuou). Hulk pertence ao Shangai SIPG, da China, e foi sondado recentemente pela diretoria alviverde – mas sem avanços na negociação, por causa dos valores envolvidos.


Fonte: GloboEsporte.com

Tags: palmeiras marca 3 em 8 minutos e bate o mirassol